Artigo 192: 'O sindicato vai fazer o que estiver ao seu alcance para impedir essa injustiça', diz Wellington Duarte

Publicado em 26 de junho de 2018 às 17h43min

Tag(s): Aposentados Assessoria Jurídica



Iniciado no último dia 18, o recolhimento de documentos para encaminhamento da ação que visa reverter a decisão da Controladoria Geral da União (CGU) pela redução dos salários de 593 docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) segue na sede do ADURN-Sindicato.

A luta para barrar a decisão da CGU tornou-se uma bandeira prioritária do Sindicato, desde que a notificação referente ao Artigo 192 foi recebida pela entidade no início deste mês de junho. “É inadmissível o que se está fazendo com os nossos professores aposentados e o sindicato vai fazer o que estiver ao seu alcance para impedir essa injustiça que está sendo cometida”, afirma Wellington Duarte, presidente do ADURN-Sindicato.

Até o momento, cerca de 50% dos professores afetados pela decisão já compareceram à sede da entidade para fazer a entrega dos documentos. A orientação da assessoria jurídica do ADURN-Sindicato é de que, assim que o professor receber a notificação sobre a redução do Artigo 192, procure o sindicato no horário das 9h às 12h, de segunda a sexta, portando RG, CPF, comprovante de residência e comunicado enviado pela UFRN, para que sejam tomadas as medidas administrativas e judiciais cabíveis adequadas a cada caso, que será tratado de forma específica.

Uma comissão formada pelos professores aposentados Geraldo Queiroz, Hermano Machado e José Marival, pelos dirigentes Wellington Duarte e Maxwell Albuquerque, além da assessoria jurídica do sindicato, estão acompanhando os processos de perto.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br