ADURN-Sindicato se posiciona contrariamente ao PDV

Publicado em 24 de outubro de 2017 às 16h09min

Tag(s): Serviço Público



A diretoria do ADURN-Sindicato recebe com muita preocupação a portaria do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, que traz as orientações sobre o Programa de Desligamento Voluntário (PDV). Mais um ataque frontal ao servidor da administração pública federal que aponta para o desmonte de serviços essenciais à sociedade.

As vantagens da adesão ao programa são estritamente financeiras e momentâneas. Os atos normativos são absolutamente omissos com relação à questão extremamente relevante para todos os servidores públicos: a perda do regime previdenciário a que estiverem submetidos. 

Num momento de agravamento da crise política, institucional e financeira do país, com carência de profissionais em áreas fundamentais, como a saúde e educação, é inconcebível um programa que incentive o aumento do desemprego e não alerte para as consequências dessa opção.

Diretoria do ADURN-Sindicato

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br