ADURN-Sindicato lamenta a morte do professor Moisés Domingos

Publicado em 02 de março de 2021 às 13h07min

Tag(s): Nota de pesar



Manhã triste a desta terça-feira, 2 de março. Após lutar incansavelmente pela vida com a mesma garra que lutou pela democracia no Brasil, faleceu hoje o professor Moisés Domingos Sobrinho, aos 67 anos.
 
Moisés parte em uma data marcada para a luta pela manutenção de direitos, conquistados graças ao empenho de pessoas como ele, que dedicaram o melhor de sua vida à luta pela transformação social.

A notícia de sua partida precoce foi recebida com profundo pesar pela diretoria do ADURN-Sindicato. A saudade e a dor que agora sentimos serão transformadas em força para honrar o legado de lutas deixado pelo docente, que antes de ser professor já era um revolucionário.

Sua trajetória começou ainda nos anos de Ditadura Militar, quando foi preso político do Regime. Anos mais tarde, foi presidente do Diretório Central do Estudantes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) na gestão 1979/1980, primeira eleição direta da entidade pós golpe de 1964. Participou também da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT) no Rio Grande do Norte, na década de 80.  

Ingressou como docente da UFRN no ano de 1995, à época Moisés já era Bacharel (1983) e mestre (1988) em Ciências Sociais pela UFRN. Em 1994 concluiu o doutorado em Sociologia pela Université Catholique de Louvain. 

Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte atuou no Programa de Pós-Graduação em Educação. Foi professor visitante na Universidade de Valencia, do Departament de Didáctica de les Ciéncies Experimentals i Socials e consultor externo do Projeto de Pesquisa Las marginaciones personales y la utilidad del saber, do mesmo Departamento. 

Exerceu os cargos de Coordenador-Geral de Estatísticas Especiais do INEP/MEC, foi Coordenador-Geral de Desenvolvimento e Modernização e Diretor de Projetos Especiais da SETEC/MEC, além de ter sido Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação do Instituto Federal de Brasília e membro da Rede de Cooperação Internacional Dynamiques Universitaires pour une Société de la Connaissance, envolvendo pesquisadores (as) do Brasil, Portugal, Espanha, França e Grécia. 

Ao Pai Grande, como os mais próximos costumavam chama-lo em referência à música de Milton Nascimento, o ADURN-Sindicato presta as suas sinceras homenagens.

Aos familiares e amigos, expressamos os nossos mais profundos sentimentos de solidariedade e desejamos que encontrem conforto nesse momento tão difícil.

A Diretoria

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br