Ilustrador Anderson Gomes lança HQ futurista “Natal daqui a 50 anos” pelo projeto Encontros e Conversas

Publicado em 23 de abril de 2021 às 12h48min

Tag(s): Encontros e Conversas



Em 1909, o jornalista Manoel Dantas pensou uma Natal diferente. Uma cidade futurista, tecnológica, longe do provincianismo. Passados mais de um século, agora é a vez do ilustrador Anderson Gomes lançar uma história em quadrinhos baseada no livro do jornalista caicoense. O lançamento é o terceiro do projeto de extensão “Encontros e Conversas”, parceria do ADURN-Sindicato com a Cooperativa Cultural da UFRN. A transmissão será na próxima sexta-feira (29) às 19h30, no nosso canal do YouTube.

Para o autor, a escolha por revisitar a obra de Dantas foi ao acaso. “Eu estava querendo fazer algum trabalho que envolvesse algo meio futurista, mas não aquela ficção científica do Blade Runner. Aí José [Correia, editor] me apresentou o texto. Comecei a ler e vi que se encaixava na minha proposta”, relembra. E, no decorrer do desenvolvimento, outras características da obra do jornalista caicoense foram chamando a atenção de Gomes: “ele queria muito que Natal se tornasse protagonista não só regional, mas mundial também, mesmo que por vias de um tom fantástico”. 

Porém, nem só de ‘louros’ é feita uma adaptação. Para Anderson, uma das dificuldades encontradas foi o tamanho do texto, “muito extenso”. Assim, segundo o desenhista, bastante coisa ficou de fora. Anderson destaca ainda o fluxo narrativo da história. Sem um protagonista que pudesse guiar a HQ, foi preciso um esforço inventivo para conferir sentido ao que estava sendo recriado. “O personagem principal é a cidade. Mas não tem aquele personagem físico, a pessoa que tá narrando, [que] conversa com um, conversa com outro e dá fluxo narrativo. E isso foi desafiante”, aponta.

Agora, Anderson parte para o quarto trabalho lançado, todos eles com a marca da Editora Caravela Selo Cultural. Anteriormente, já tinham chegado ao público as HQs “Potiguaçu” (2017), “Nação Zamberacatu” (2019) e o livro infantil “Uma menina chamada Perereca” (2020). “Pra mim, não importa quantos lançamentos eu fiz. A sensação que tenho é a de que é sempre o primeiro... ainda fico com aquela expectativa de lançar, de como que vou produzir, de como o material será recebido pelo público”, declara o autor. E se alguém pensa que o desenhista vai descansar um pouco, está enganado; o roteiro para a próxima história em quadrinhos já está em andamento.

Se Manoel Dantas imaginou a Natal de 1959, como seria a capital daqui a 50 anos para Anderson Gomes? “Eu sei que vão ter modificações tecnológicas, mudanças estruturais na cidade, prédios vão surgir, prédios vão cair, tudo isso é inevitável”, pensa o escritor. “Mas eu imaginaria Natal - e não me refiro somente à classe política - evoluída no sentido de ter mais empatia com o próximo, porque a gente viu que nesse momento está difícil! Eu queria muito que a gente evoluísse bastante, não só tecnologicamente, socialmente, mas principalmente rumo a esse tipo de pensamento. Queria muito”.

Serviço

Lançamento da HQ “Natal daqui a 50 anos” 

Quando? Dia 29 de abril de 2021

Que horas? Às 19h30

Onde? Canal do YouTube do ADURN-Sindicato

 

 

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br