Na Trilha da Democracia, UFRN será palco da palestra de Paulo Henrique Amorim

Publicado em 03 de fevereiro de 2016 às 10h34min

Tag(s): Na Trilha da Democracia



Debater a conjuntura política que o país vivencia, as perspectivas da economia brasileira, as facetas pouco conhecidas dos meios de comunicação no Brasil e a intervenção da mídia no processo político. É com este objetivo que o ADURN-Sindicato e o Sindipetro-RN, em parceria com a Frente Brasil Popular, trazem a Natal o jornalista e blogueiro Paulo Henrique Amorim.

O evento, marcado para o próximo dia 22 de fevereiro, às 19h, no auditório da Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, campus central, integra o ciclo de palestras “Na Trilha da Democracia” que o ADURN-Sindicato promoverá ao longo deste ano, em parceria com outros sindicatos e movimentos sociais. A expectativa é de que a iniciativa promova a discussão de caminhos para continuar a trilha da democracia, da tolerância, do respeito às diferenças, da convivência democrática e solidária.

Neste primeiro encontro, Paulo Henrique Amorim estará lançando seu livro “O quarto poder – uma outra história”. Fruto de quatro anos de trabalho, a obra traz mais de 50 anos de memória do jornalista, numa abordagem dos bastidores de momentos da história contemporânea brasileira e de meio século de mudanças na mídia nacional. Em 550 páginas, Paulo Henrique Amorim analisa o papel da imprensa nas coberturas de fatos que marcaram a história política do país. Após a palestra, o jornalista estará à disposição para autografar o livro.

O evento é gratuito e aberto ao público. Vagas limitadas. Clique no link: http://migre.me/sZngc e inscreva-se!

Paulo Henrique Amorim

Nasceu no Rio de Janeiro e é formado em Sociologia e Política. Foi o pioneiro em quase todos os projetos em que esteve à frente: primeiro correspondente da Veja em Nova York abriu o escritório da Globo, na Big Apple iniciou as coberturas em tempo real para WebTV, no antigo ZAZ.

Sua primeira cobertura foi do levante gaúcho, em 1961, quando o presidente Jânio Quadros renunciou e o então governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, mobilizou soldados e jornalistas para garantir a posse do vice, João Goulart. 

Paulo Henrique Amorim pode se confessar como parte do cenário jornalístico brasileiro, embora tenha passado boa parte de sua carreira como correspondente internacional nos Estados Unidos. E foi na América que construiu toda noção de jornalismo em que acredita.

Paulo Henrique Amorim aprendeu a escrever fazendo jornal com seu pai, também jornalista. Na Record apresentou o Edição de Notícias, o Tudo a Ver e atualmente apresenta o Domingo Espetacular. Também escreveu o livro Plim Plim - A Peleja de Brizola Contra a Fraude Eleitoral.

ADURN Sindicato
84 99112-8841 • secretaria@adurn.org.br