Falta de quorum inviabiliza discussão sobre adesão dos docentes à Greve Nacional

Publicado em 30 de novembro de 2017 às 11h01min

Tag(s): Greve



Com o objetivo de debater a adesão dos professores da UFRN à greve nacional do dia 5 de dezembro, o ADURN-Sindicato convocou a realização da 20ª Assembleia Geral Extraordinária para esta quinta-feira, 30 de novembro.

Obedecendo o horário para sua instalação, a primeira convocação aconteceu às 9h, no Auditório do Centro de Educação, com segunda convocação às 9h30min. Contudo, não foi atingido o quorum necessário para sua realização, com a presença de pelo menos 2% dos atuais 2.514 sindicalizados.

O presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte, lamentou a falta de quorum, que inviabilizou a instalação da Assembleia e, consequentemente, o debate sobre a conjuntura nacional, os desafios para travar a luta dos movimentos sindicais em um contexto de golpe e os ataques que os servidores públicos já estão sofrendo com as medidas nocivas do governo Temer, entre elas a MP 805. “Entendo que por ser final de semestre e o acúmulo de tarefa foram os fatores que impediram o comparecimento dos professores”, avaliou o dirigente.

O Sindicato, engajado no movimento nacional, que se contrapõe ao desmonte da Previdência e aos ataques a conquistas sociais e trabalhistas, faz um chamamento à categoria docente para participar do ato unitário, chamado pelas Centrais Sindicais, a ser realizado às 15h do dia 5 de dezembro, em frente à sede do INSS da rua Apodi, no bairro de Cidade Alta.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br