PROIFES solicita audiências com MEC e MPOD para tratar de carreira e reajuste de docentes de IFES

Publicado em 19 de fevereiro de 2018 às 11h55min

Tag(s): Proifes-Federação



O PROIFES-Federação protocolou nesta quinta-feira, 15, no Ministério da Educação (MEC) e no Ministério do Planejamento, Orçamento e Desenvolvimento (MPOD), dois ofícios solicitando audiências com os órgãos, para debater temas de interesse das Universidades Federais e dos Institutos Federais, em especial, pontos pendentes do Acordo 19/2015, firmado pelo PROIFES-Federação com o Governo Federal em dezembro de 2015.

No ofício ao MEC, encaminhado ao ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, e no ofício ao MPOD, encaminhado ao ministro Dyogo Henrique de Oliveira, e ao secretário da Secretaria de Gestão de Pessoas, Augusto Akira Chiba, o PROIFES destaca o objetivo de debatar especialmente as cláusulas sexta e décima segunda do Acordo 19/2015 e também sobre proposta de reajuste salarial 2018, além da apresentação da nova diretoria executiva da Federação.

Em relação ao MEC, o mesmo ofício foi entregue ao ministro no dia 26 de janeiro último, pelo Presidente da ADUFEPE, no centro acadêmico de Vitória da Universidade Federal de Pernambuco, em Pernambuco, quando o ministro inaugurava o projeto de acessibilidade dos novos blocos acadêmicos, em cerimônia com autoridades da UFPE e do ministério.

Segundo o presidente do PROIFES-Federação, Nilton Brandão (SINDIEDUTEC-PR), a entidade vai manter a busca pelo diálogo como forma de negociação, procedimento que marca a trajetória histórica da Federação. "O governo ignorou os diversos pedidos de audiência feito pelo PROIFES ao longo de 2017. A expectativa é que o PROIFES seja recebido o mais breve possível em reunião com os dois ministérios para dar continuidade a implementação de todos os pontos do Acordo 19, transformado na Lei 13.325/2016 pelo atual governo. Não abriremos mão também da manutenção da reestruturação da carreira prevista na mesma Lei, e que dará lógica interna à mesma, além de permitir a correção de parte das perdas salariais provocadas pela inflação dos últimos dois anos. Não vamos abrir mão do cumprimento do que foi acordado. Esperamos que Temer e sua equipe honrem palavra empenhada com os professores das Universidades e Institutos Federais”.

Veja aqui o Ofício Ofício Nº 14/2018 enviado ao MEC

Veja aqui o Ofício Nº 15/2018 enviado ao MPOD

Veja aqui o Termo de Acordo 19/2015 assinado com o PROIFES-Federação

 

Fonte: PROIFES-Federação

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br