ADUFG: Nota sobre a violência no Câmpus

Publicado em 08 de junho de 2018 às 09h05min

Tag(s): Sindicatos Federados ao PROIFES



O Adufg-Sindicato vem acompanhando e se posicionando sobre a necessidade de implantação de uma política efetiva de segurança nos campus.  Consideramos o assunto urgente e já solicitou audiência com o reitor, tendo em vista o assassinato de um jovem de 19 anos no Campus Samambaia da UFG. 

Em 2015, apoiamos pesquisa que revelou dados da violência nas regionais da UFG (Necrivi/FCS), e demos todo o suporte para o levantamento e análise dos dados. Além disso, o Adufg-Sindicato sempre participou e ainda participa de comissões, audiências, ações e debates sobre a política de segurança no campus.

Compreendemos que a UFG não está isenta à violência de Goiânia, que é a 7ª cidade no ranking nacional de homicídio por arma de fogo (Mapa da Violência 2016), porém é fundamental que a universidade tome decisões e ações efetivas no âmbito da gestão. A UFG não pode se omitir.

O Adufg-Sindicato se coloca como disponível para apoiar as decisões da reitoria da UFG para resolver o problema da segurança no câmpus. Estamos preocupados e atentos ao problema, que atinge aos professores, técnicos-administrativos, estudantes e demais públicos que fazem uso do espaço da universidade.

Fonte: ADUFG-Sindicato

ADURN Sindicato
84 99112-8841 • secretaria@adurn.org.br