PROIFES realiza mais uma ação no Congresso contra a Reforma da Previdência

Publicado em 24 de abril de 2019 às 10h28min

Tag(s): Reforma da Previdência



O PROIFES-Federação realizou nesta terça-feira, 23, mais um dia de movimentações e atuação corpo a corpo com parlamentares na Câmara dos Deputados, em Brasília, para ampliar a conscientização contra a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 6 de 2019, mais conhecida como Reforma da Previdência.

Os professores Ruy Alkimim Rocha Filho (ADURN-Sindicato), Jailson Alves dos Santos (APUB-Sindicato) e Luis Antonio Contim (ADUFG-Sindicato) participaram deste primeiro dia de mobilizações do PROIFES-Federação na capital federal, que se seguirá amanhã, com mais atuação com parlamentares e também com o lançamento da Frente Parlamentar Pela Valorização das Universidades Federais, pela manhã, no Auditório Nereu Ramos, da Câmara.

Os representantes do PROIFES-Federação conversaram inicialmente com o deputado Joseildo Ramos (PT-BA), que destacou a necessidade dos sindicatos, federações e movimentos sociais de realizarem ações não só no Congresso, mas princpalemnte nas bases regionais dos deputados centristas, que ainda estão indecisos sobre como votar na PEC 6 de 2019.

Em seguida foram recebidos pelo deputado Zacharias Calil (DEM-GO), que afirmou ser a favor da Reforma da Previdência, mas com ajustes nas mudanças da aposentadoria rural e do Benefício de Prestação Continuada (BPC). “Estes dois pontos, da aposentadoria rural e do BPC são os complicados, estamos recebendo muitas manifestações contra essas duas questões do texto da Reforma”, salientou o Calil.

Os representantes do PROIFES ainda participaram de uma reunião da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Previdência Social, presidida pelo deputado federal Bira do Pindaré (PSB-MA), que reforçou o avanço na conscientização dos deputados, graças à pressão popular, da rejeição ao texto da Reforma.

Para Jailson Santos, os esforços e as conversas de hoje “foram no sentido de construir uma base contrária à essa famigerada Reforma, que vai trazer muitos problemas sociais para o Brasil no futuro. Estivemos conversando principalmente com deputados das bancadas da Bahia e Goiás, os professores estão empenhados em discutir e conseguir barrar essa reforma”, afirmou o representante da APUB.

“Estamos visitando deputados de bancadas diferentes, para discutir a questão da defesa das universidades e do serviço públicos, e argumentando contra alguns pontos da Reforma da Previdência, principalmente a desconstitucionalização e a capitalização, e é um trabalho que vai ter continuidade amanhã e em outros dias, até que a gente consiga barrar a Reforma da Previdência”, reforçou Luis Contim, do ADUFG.

Fonte: PROIFES-Federação

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br