Docentes da UFRN aprovam indicativo de greve

Publicado em 25 de abril de 2019 às 10h30min

Tag(s): Greve



Frente ao processo de desmonte do Estado Social, das políticas públicas educacionais e dos riscos de se desconstitucionalizar direitos, acabar com o sistema público e entregar a previdência para o mercado, os docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte aprovaram indicativo de greve em assembleia realizada nesta quarta-feira, 24, no auditório da Biblioteca Central Zila Mamede, campus central da UFRN.

A unanimidade dos professores presentes decidiram pela realização de um plebiscito para definir sobre a greve nacional unificada com data ainda a ser definida pelo fórum das Centrais Sindicais. Isso porque, pelo Estatuto da entidade, a decisão sobre a realização de greve só pode ser feita em plebiscito.

O movimento integra a agenda nacional da Frente Brasil Popular e das principais centrais sindicais e marcará um período de mobilizações e protestos contra a ideia, amplamente disseminada pelo governo de Jair Bolsonaro de que os direitos previstos na Constituição não cabem no orçamento e, portanto, precisam ser revistos.

"A nossa responsabilidade neste momento não é pequena. Depende do nosso poder de mobilização a construção de um amplo movimento de resistência”, avalia o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte.

ADURN Sindicato
84 99112-8841 • secretaria@adurn.org.br