ADURN-Sindicato lamenta a morte do jornalista Paulo Henrique Amorim

Publicado em 10 de julho de 2019 às 10h30min

Tag(s): Nota de pesar



Foi com grande pesar que o ADURN-Sindicato recebeu a notícia da morte do jornalista Paulo Henrique Amorim na manhã desta quarta-feira, 10.

Defensor das liberdades, em todos os seus aspectos, e dono de um apurado senso crítico, Paulo Henrique Amorim usou de seu afiado discurso para fazer da defesa da democracia sua principal trincheira de luta e esteve em Natal, em fevereiro de 2016, para abrir o projeto Na Trilha da Democracia.

Vítima de pressões políticas por suas posições em favor das liberdades democráticas, havia sido afastado recentemente do seu programa na Record, e deixa para todos um legado de coerência e profissionalismo, abrindo uma lacuna no jornalismo brasileiro, muito difícil de ser preenchida.

Neste momento de grande consternação, a Diretoria do Sindicato solidariza-se com a dor dos familiares e amigos do jornalista Paulo Henrique Amorim, ao tempo em que reitera a defesa da Democracia contra o regime de exceção instalado no país.


Diretoria do ADURN-Sindicato

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br