Plenária Unificada reafirma adesão à greve do dia 18 de março

Publicado em 12 de março de 2020 às 11h04min

Tag(s): Greve



Reafirmar a posição da comunidade acadêmica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte de adesão à greve nacional do dia 18 de março. É com este objetivo que professores, estudantes e servidores técnicos realizam na próxima segunda-feira (16) uma Plenária Unificada.

Marcada para às 14h30, a atividade acontece no auditório do Instituto Ágora, campus central da UFRN, após amplos debates e realização de consulta em assembleias pelas entidades que representam a comunidade acadêmica (DCE, ADURN-Sindicato, SINTEST e ATENS-UFRN).

A atividade integra o calendário de ações para o mês de março e ocorre em um cenário de ataques à democracia e em que as universidades, que já passaram por dois contingenciamentos em 2019, teve redução no orçamento para este ano de 16%. Na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, desconsiderando o crescimento natural da folha de pagamento de pessoal, o governo aprovou um orçamento R$ 50 milhões menor que o do ano passado.

O movimento, inicialmente convocado pelas maiores entidades estudantis e sindicais do País, como a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), em defesa da Educação Pública, deve receber a participação de diversos setores da sociedade e já tem desdobramentos em vários estados e capitais pelo País.

A união dos vários segmentos da sociedade é uma resposta não apenas à política de encolhimento do orçamento para a Educação, em especial do Ensino Superior, e ao desmantelamento do serviço público, mas ao presidente Jair Bolsonaro que compartilhou vídeos de apoio a ato contra o Supremo Tribunal Federal e o Congresso Nacional, instituições que formam os pilares da democracia, e uma cobrança por Justiça no caso do assassinato de Marielle.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br