Interrompida uma trajetória de protagonismo feminino nas lutas sociais

Publicado em 24 de junho de 2020 às 14h11min

Tag(s): Nota de pesar



Foi com grande pesar que o ADURN-Sindicato recebeu a notícia da morte da professora Socorro Freire, vítima de complicações da Covid-19.

Ferrenha opositora ao regime militar de 1964, Socorro ajudou a construir a ADURN, foi assessora da Federação dos Trabalhadores Rurais do Rio Grande do Norte (Fetarn), e atualmente exercia a docência na UFRN, no Departamento de Serviços Sociais.

Socorro representou a perseverança e força para vencer os desafios postos à sua frente e ficará na história como uma personalidade que influenciou a política potiguar nas incansáveis lutas sociais, pelos direitos dos trabalhadores rurais e por igualdade social.

Neste momento de grande consternação, a Diretoria do Sindicato solidariza-se com a dor dos familiares e amigos, desejando que todos encontrem conforto e possam enfrentar esta imensurável perda com serenidade.

Socorro deixa para o Movimento Docente um exemplo de perseverança diante das adversidades da vida e da luta, além de um legado de coerência, profissionalismo frente às atividades colocadas sob sua responsabilidade.

Seu exemplo estará sempre presente em nossa luta e seu nome está inscrito entre os que dedicaram o melhor de sua vida à luta pela transformação social. 


Diretoria do ADURN-Sindicato

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br