PROIFES debate saúde da população indígena em meio à pandemia na quarta-feira (12) às 16h

Publicado em 11 de agosto de 2020 às 10h55min

Tag(s): PROIFES



O Grupo de Trabalho Direitos Humanos: raça/etnicidades, gênero e sexualidades do PROIFES-Federação vai debater Saúde da população indígena em meio à pandemia em Live nesta quarta-feira, 12, às 16h, com transmissão ao vivo pela página de Facebook e pelo canal de Youtube do PROIFES.

Esta é a terceira de uma série de lives do PROIFES-Federação, por meio do GT Direitos Humanos, sobre questões de interesse nacional, após o debate sobre Mulheres negras na Ciência e Encarceramento feminino e o sistema prisional brasileiro.

“A Covid é uma ameaça mundial, contudo alguns grupos estão especialmente vulneráveis, seja por questões de saúde, seja por questões sociais e políticas, como é o caso das comunidades indígenas brasileiras. Nesta Live convidamos a própria comunidade indígena, representada por algumas de suas lideranças, para nos relatar como estão vivenciando esse momento. Essa Live será uma oportunidade para ouvirmos e aprendermos sobre como diferentes povos indígenas estão enfrentando a pandemia.” afirmou Thaís Madeira (ADUFSCar-Sindicato), conselheira do PROIFES-Federação e GT Direitos Humanos.

Além de Thaís, participam da Live também Cristine Takuá, do povo Maxakali, educadora, representante do núcleo de educação indígena da Secretaria de Educação de São Paulo, e fundadora do Fórum de articulação dos professores indígenas do Estado de São Paulo, Crisanto Rudzö Tseremey'wá, do povo indígena Xavante, e presidente da Federação dos Povos e Organizações Indígena de Mato Grosso, e Ariabo Kezo, do povo indígena Balatiponé, escritor, educador, pós-graduando em Linguística pela Universidade Federal de São Carlos.

Fonte: PROIFES-Federação

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br