Nota de Apoio em defesa da Liberdade de Expressão e da Democracia

Publicado em 25 de agosto de 2020 às 15h40min

Tag(s): PROIFES



O Grupo de Trabalho Direitos Humanos: Raça/Etnicidade, Gênero e Sexualidade do PROIFES-Federação manifesta seu apoio incondicional ao Professor Joviniano Neto e a todos os participantes, convidados e convidadas da Live que deveria ter ocorrido no dia 12 deste mês de agosto, data em que se comemora o Dia Nacional dos Direitos Humanos e na qual foi homenageada MARGARIDA ALVES, brasileira, sindicalista rural, defensora dos direitos humanos assassinada em 12 de agosto de 1983. A Live em questão não foi concretizada, pois durante a fala dos convidados na sala virtual sofreu um ataque organizado de hackers, que demonstram não tolerar o debate sobre os Direitos Humanos no Brasil.

Foram utilizados vídeos de cunho violento e pornográfico, entre eles, o personagem V, do filme “V de vingança” contribuindo, mais uma vez, para a difusão de discurso de ódio, tão comum nas circunstâncias políticas em que vivemos atualmente.

Esta não é a primeira vez, desde o início da pandemia de coronavírus, em que professores e professoras que trabalham, estudam e socializam em suas casas por meio de chamadas de vídeo, têm seus computadores e celulares invadidos por esse tipo de hacker, que insere imagens e conteúdos desrespeitosos, causando não apenas danos materiais, mas também ameaçando a comunidade acadêmica. REPUDIAMOS VEEMENTEMENTE ESSES ATOS ORQUESTRADOS CONTRA A DEMOCRACIA E A LIBERDADE DE PENSAMENTO DOS BRASILEIROS!

Esta invasão se configura em crime cibernético, e o setor Jurídico do PROIFES será acionado para que medidas cabíveis possam ser tomadas, com urgência, junto à Procuradoria Geral da República no sentido de garantir a segurança dos usuários na utilização de plataformas online durante as atividades acadêmicas, como debates, encontros, palestras, seminários, ensino a distância, entre outros.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br