ADURN-Sindicato lança campanha contra a Reforma Administrativa

Publicado em 15 de setembro de 2020 às 13h30min

Tag(s): Reforma Administrativa



Conscientizar a sociedade acerca dos prejuízos trazidos pela Reforma Administrativa apresentada pelo governo Bolsonaro no último dia 3 de setembro e sobre a importância da mobilização contra a proposta, esse é o objetivo da campanha que o ADURN-Sindicato dá início nesta semana. Com o tema “Reforma Administrativa: Não é modernização, é precarização”, as peças visam alertar a população sobre os impactos da proposta em suas vidas e sobre a importância dos servidores públicos para o país .

A estratégia começa por desconstruir as falácias do governo Bolsonaro através de uma campanha essencialmente online. Nas próximas semanas, o conteúdo será disponibilizado gradualmente nas principais redes sociais: Instagram, Facebook e Twitter. Além disso, o material que inclui vídeos e cards também será distribuído através do Youtube e do Whatsapp;

“Precisamos ampliar a mobilização e aglutinar as mais diversas forças em torno desta pauta que não atinge apenas os servidores públicos, mas o conjunto da sociedade que, com a aprovação da reforma verá um verdadeiro desmonte do Estado brasileiro.”, afirma o presidente do ADURN-Sindicato, Wellington Duarte. 

Mobilização

Para participar da campanha, compartilhe os materiais nas suas redes acompanhados da hashtag #NãoAReformaAdministrativa e ajude a pressionar os deputados e senadores do seu estado para que votem contra a proposta.

Você também pode colaborar com a mobilização nacional assinado a petição "Pelas Universidades e Institutos Federais! Contra a Reforma Administrativa!", criada pelo APUB-Sindicato. Para assinar basta clicar AQUI.

Deseja saber mais sobre a proposta? Leia AQUI uma seleção de notícias sobre a Reforma Administrativa.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br