ADURN-Sindicato se solidariza com as famílias das mais de 200 mil vítimas de Covid-19 no país

Publicado em 08 de janeiro de 2021 às 12h46min

Tag(s): Nota da Diretoria Pandemia de coronavírus



Nesta quinta-feira, 7 de janeiro de 2021, o país atingiu a triste marca de 200 mil brasileiros que tiveram suas vidas ceifadas pela Covid-19. Um número que reflete o descaso com o qual a pandemia foi tratada ao longo dos últimos 10 meses pelo Governo Bolsonaro.

Às famílias que perderam seus entes queridos, vítimas da necropolítica adotada pelo Governo Federal, o ADURN-Sindicato manifesta o seu mais profundo pesar. 

Ao passo que revela a dimensão da tragédia que vivemos, a data também marca um sopro de esperança no combate à pandemia no Brasil. Isso porque, nesta quinta-feira, foi divulgada a eficácia da vacina CoronaVac, produzida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Uma vitória da Ciência, área tão negligenciada por esse mesmo Governo.

A luta agora é para garantir o acesso à vacinação a todos e todas. Nesse sentido, o ADURN-Sindicato reitera o seu compromisso no combate à pandemia e na luta em defesa da Ciência.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br