Classe trabalhadora celebra o 1º de maio com solidariedade e protestos; veja as ações

Publicado em 03 de maio de 2021 às 09h56min

Tag(s): 1° de Maio



Em atos por todo o país, trabalhadoras e trabalhadores demarcam posição contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido)

No Recife (PE), intervenção distribuiu alimentos da Reforma Agrária, cestas básicas e 500 marmitas solidárias - JC Mazella

Nesta sábado, 1º de maio, ações simbólicas e de solidariedade por todo Brasil demonstram que a data mantém seu caráter de luta para a classe trabalhadora.

Os atos são organizados por movimentos populares e entidades sindicais e marcam posição política para reivindicar vacinas contra a covid-19 para toda a população, comida na mesa das famílias que enfrentam a fome e o desemprego, e protesto contra o governo de Jair Bolsonaro (sem partido)

Ao mesmo tempo, pela internet, as centrais sindicais realizando um ato reunindo os ex-presidentes da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Dilma Rousseff (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e os ex-candidatos Marina Silva (Rede Sustentabilidade), Manuela d'Ávila (PCdoB), Guilherme Boulos (Psol) e Ciro Gomes (PDT).

Com o tema "1° de Maio pela Vida – Democracia, Emprego e Vacina para Todos", o evento abraça a pluralidade de convidados como forma de enfrentamento unificado à crise da pandemia. O ato também terá a presença do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (Progressistas), do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM), do deputado Rodrigo Maia (DEM) e dos governadores do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB) e de São Paulo, João Dória (PSDB).

Acompanhe a cobertura do Brasil de Fato ao longo do dia:

Edição: Rodrigo Chagas e Lucas Weber

Fonte: Brasil de Fato

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br