Nota PROIFES-FEDERAÇÃO sobre a proposta de ruptura na ANDIFES

Publicado em 30 de julho de 2021 às 09h27min

Tag(s): Nota Proifes-Federação



A Associação Nacional de Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior, Andifes, criada em 1989, já como expressão da redemocratização do país, constituiu-se desde então em um dos pilares da defesa da universidade pública federal.

Autônoma e democrática, a Andifes reúne o conjunto dos reitores das universidades federais para promover a interlocução destas instituições com o governo, com a comunidade acadêmica e com a sociedade.

O anúncio de cisão nesta entidade, patrocinada por um grupo minoritário formado por cinco reitores, da Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Universidade Federal de Itajubá (UNIFEI), Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), conforme anunciam em ofício tornado público em 24 de julho de 2021, sob a alegação de pouca afinidade com os demais sessenta e cinco reitores. Não por acaso são todos deste grupo de cinco reitores foram nomeados pelo atual presidente da república sem respeitar o nome escolhido pela comunidade. 

A ação deste pequeno grupo de reitores introduz perigosa partidarização e consequente enfraquecimento das nossas instituições federais de ensino.

As mais importantes características da ANDIFES são a sua independência em relação aos governos, o compromisso de defesa da universidade pública, sua autonomia e liberdade para a produção do conhecimento.

A cisão proposta expõe a visão deste pequeno grupo, de criar nova entidade como uma premoção, submissa aos ditames do governo federal e constituída por pessoas de confiança do governante e não por representantes das universidades.

Diante deste grave precedente, o PROIFES-Federação repudia esta proposta e conclama os e as docentes das universidades alcançadas por esta ruptura para que se posicionem de modo fortemente contrário a esta proposição, e que os conselhos superiores destas instituições não reconheçam como legítima esta proposta de submissão das universidades federais ao apetite político partidário e contrária aos interesses da sociedade.

PROIFES-FEDERAÇÃO

29 DE JULHO DE 2021

Fonte: PROIFES-Federação

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br