Com a Reforma, apadrinhados assumirão Funções de chefia nas universidades públicas

Publicado em 05 de outubro de 2021 às 09h31min

Tag(s): Reforma Administrativa



 
Já pensou ter chefias que não entendem nada sobre o seu trabalho – ou que nem são da área da educação?
 
Pois é isso o que vai acontecer com a Reforma Administrativa (PEC 32/2020), e suas “funções de liderança e assessoramento”.
 
Ela permitirá, por exemplo, que a coordenação de curso e a chefia de departamento em universidades e institutos federais sejam 100% ocupadas por pessoas de fora do serviço público e até mesmo da docência.
 
A PEC 32/2020 vai escancarar as portas para o apadrinhamento político (já que os concursos públicos serão praticamente extintos) e aumentará a intervenção político-partidária nas instituições federais de ensino.
 
O resultado será o desmonte da universidade pública, o silenciamento de seus servidores, e a destruição da excelência de universidades e institutos federais.
 
Para que isso não aconteça, exija do seu parlamentar o fim da PEC 32/2020.
 
Porque o serviço público é o futuro do Brasil!
 
#ReformaAdministrativaNão #GovernoContraoPovo #GovernoMente #DefendaoServiçoPúblico #PEC32Não #ServiçosPúblicos
 
Fonte: APUB
ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br