Quanto vale a Ciência?

Publicado em 26 de outubro de 2021 às 09h43min

Tag(s): Capes Ciência e Tecnologia Manifestação



“Precisamos lutar pela manutenção e fortalecimento do CNPq, da Capes e da infraestrutura científica brasileira e pela liberação dos R$ 2,7 bilhões do FNDCT”, afirmam as entidades acadêmicas e científicas em chamamento para a mobilização em defesa da Ciência

Como parte da programação da mobilização em defesa da ciência, cerca de 30 entidades se unem no dia 26 para protestar contra os cortes do orçamento da Ciência, Tecnologia & Inovação (CT&I). Às 10h haverá um tuitaço e às 14h um ato virtual.

O ato virtual terá transmissão pelo canal da ANPG no YouTube, que está sendo organizado com a ICTP.br para trazer parlamentares e representantes de outras entidades.

Veja abaixo o texto de chamamento.

Quanto vale a Ciência?

Precisamos lutar pela manutenção e fortalecimento do CNPq, da Capes e da infraestrutura científica brasileira e pela liberação dos R$ 2,7 bilhões do FNDCT!

Há tempos estamos todos acompanhando inúmeras matérias na mídia sobre redução dos investimentos do governo federal no setor científico nacional. O corte mais recente foi de R$ 600 milhões, sancionado pelo presidente Bolsonaro no dia 15 de outubro, comprometendo de forma grave a distribuição de novas bolsas e a atividade de fomento à pesquisa do CNPq.

Mas isso não precisa ser assim: só o Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) tem R$ 2,7 bilhões esperando para serem liberados e utilizados ainda neste ano. O Congresso Nacional aprovou por ampla maioria a Lei 177/2021, que proíbe o contingenciamento do FNDCT. Porém, o Ministério da Economia, do ministro Paulo Guedes, dificulta e inviabiliza a disponibilização destes recursos para a ciência e a inovação. Uma atitude que não podemos aceitar, especialmente neste momento do país, que enfrenta uma crise sanitária, econômica e social.

Precisamos enfrentar a crise da covid 19 e encontrar saídas diante da fome de milhões de brasileiros. A Ciência pode contribuir, ajudando a encontrar soluções, como vacinas, remédios e outros avanços tecnológicos, que permitam melhorar a economia do país, gerar empregos e garantir um desenvolvimento sustentável. A experiência nacional e internacional mostra que investimentos em ciência e inovação trazem retornos muito maiores que o total investido.

Diante deste cenário, as entidades abaixo decidiram organizar um dia nacional de protestos e atividades virtuais, no próximo dia 26/10. Participe!

Veja o texto em PDF

Fonte: SBPC

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br