Proposta do Governo quer avaliação online que pode ser manipulada

Publicado em 16 de novembro de 2021 às 10h44min

Tag(s): Reforma Administrativa



Com o projeto substitutivo que foi apresentado em Comissão Especial da Câmara dos Deputados, a Reforma Administrativa teve alguns de seus danos reduzidos, mas os perigos ainda são enormes para os serviços públicos, para os servidores e para a população.
 
Um desses perigos é a proposta que atrelaria a estabilidade dos servidores a avaliações online, feitas por usuários.
 
O problema disso é que vivemos uma realidade onde setores oportunistas e milícias digitais extremistas que apoiam o governo agem para enganar a população, na tentativa de criar percepções desfocadas da realidade e influenciar a opinião.
 
A partir desse instrumento – elaborado propositalmente para ser vago, facilitando sua manipulação e utilização como ferramenta de perseguição – alguns setores investiriam tempo e muitos recursos para convencer as pessoas a fazer avaliações negativas.
 
O cidadão pode e deve avaliar os serviços públicos e os servidores. Mas o governo atual não está preocupado com a qualidade, apenas com argumentos que possa utilizar para perseguir o funcionalismo e entregar cada vez mais recursos para as ricas ‘elites’ do país.
 
Fonte: APUB
ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br