Em “Notícias do oco do Mundo”, Luan Gomes aborda a relação entre saberes científicos e saberes da tradição

Publicado em 25 de novembro de 2021 às 16h34min

Tag(s): Cooperativa Cultural Encontros e Conversas



Encerrando a programação de novembro, na próxima terça-feira (30) o Encontros e Conversas recebe o professor e pesquisador Luan Gomes para falar sobre o livro “Notícias do oco do Mundo: cartas para uma antropolítica da educação”, obra fruto do seu doutorado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O evento será transmitido às 19h30 pelo canal do YouTube do ADURN-Sindicato e contará com a participação de Ceiça Almeida e de Josineide Oliveira.

Segundo Luan Gomes, “Notícias do oco do Mundo” é um trabalho que nasce no interior do Grupo de Estudos da Complexidade, o GRECOM, coordenado pela antropóloga Ceiça Almeida. "A pesquisa realizada por minha ex-orientadora professora Ceiça, na Lagoa do Piató, com o intelectual da tradição Lucas da Silva, e a interlocução que a Ceiça mantém com esse sábio há mais de trinta anos me fez entender que eu poderia tentar, por exercício de admiração, também construir uma interlocução com o outro sábio: Robson Araújo Marques”, explica.

Também conhecido como Velho do Rio, Robson era o “guardião” do Vale dos Dinossauros, em Sousa, no Sertão paraibano. Robson foi um dos primeiros a descobrir as pegadas de dinossauros no sítio que pertence à sua família. Após essa descoberta, ele se apaixonou pelo Vale e dedicou grande parte da sua vida a cuidar e divulgar o local. Ao lado de Lucas da Silva, Robson segue como uma referência de “intelectual da tradição”.

“Por mais de 40 anos Robson dedicou a sua vida a guardar as histórias em torno das pegadas fossilizadas de dinossauros no sítio paleontológico, então percebi naquele sábio um modo de pensar o mundo que poderia me permitir entender de quais maneiras eu poderia pensar uma educação para sabedoria, uma educação que tenha como ponto de partida a sabedoria e ao mesmo tempo que tenha como centralidade a relação dialógica entre saberes científicos e saberes da tradição”, relembra Luan.

A obra, publicada pela primeira vez em 2020, é dividida em sete cartas-capítulos, endereçadas a Norval Baitello Junior, Robson Marques, Francisco Lucas, Edgar Morin, Teresa Vergani, Daniel Munduruku e a todos os educadores, assistentes sociais e cientistas sociais. “Esse livro é uma carta para o mundo,  para se dizer que as sabedorias dos intelectuais da tradição resistem no tempo e no espaço,  elas se mantêm vivas. Posso dizer que esse livro talvez seja um convite a outras pessoas, tanto na academia como em outros espaços a se tornarem guardiãs do oco do mundo”, conclui o pesquisador.

“Notícias do oco do Mundo” tem  a marca Caravela Selo Cultural e está disponível para compra na Cooperativa Cultural da UFRN presencialmente, pelo site ou pelo whatsapp 9864-1991 com entrega para a Grande Natal.

Divulgação do livro “Notícias do oco do mundo: cartas para uma antropolítica da educação”

Quando? Terça-feira 30 de novembro de 2021

Que horas? Às 19h30

Onde? Canal do YouTube do ADURN-Sindicato

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br