ADURN-Sindicato solicita prorrogação do prazo para prova de vida dos servidores aposentados da UFRN

Publicado em 21 de janeiro de 2022 às 10h58min

Tag(s): Aposentados



Nesta quinta-feira, 20, o ADURN-Sindicato ajuizou ação solicitando que o prazo para a realização da Prova de Vida dos servidores aposentados e pensionistas da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) seja estendido, sem prejuízo  quanto ao recebimento dos benefícios.
 
De acordo com notificação emitida pelo Ministério da Economia e direcionada à universidade no último dia 14, os docentes que não comprovaram vida junto ao governo federal e nem compareceram à UFRN na segunda-feira passada (17), terão o pagamento do benefício ou provento suspenso. Cerca de 30 docentes ainda se encontram nessa situação.
 
A assessora jurídica do ADURN-Sindicato, Andreia Munemassa, explica que, no processo, o sindicato alega a atual situação da pandemia, que ainda oferece risco aos idosos, além de destacar a dificuldade de deslocamento de alguns deles, que não residem em Natal. Nesse sentido, na ação a entidade também solicita que sejam disponibilizados instrumentos tecnológicos e burocráticos que possibilitem a realização da prova de vida sem a necessidade de comparecimento presencial. 
 
Até que a ação seja julgada, os docentes que ainda não realizaram o procedimento, devem seguir as orientações que constam no site do Governo Federal e, para restabelecer o pagamento e regularizar a situação, comparecer imediatamente a qualquer agência bancária, do banco onde recebe o pagamento ou realizar sua Prova de Vida Digital, por meio dos aplicativos SouGov.br e GOV.BR, caso tenha a biometria cadastrada no TSE ou Denatran.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br