Comitê de biossegurança da UFERSA mantém recomendação de retorno presencial para 3 de março

Publicado em 25 de fevereiro de 2022 às 14h47min

Tag(s): Coronavírus



 

Diante da queda da transmissibilidade e da taxa de ocupação dos leitos para pacientes com covid-19, o Comitê Permanente de Biossegurança da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) avaliou que o retorno às aulas presenciais deve ocorrer no dia 3 de março, conforme calendário que já havia sido aprovado pelo Conselho Superior de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepe).

O Comitê também levou em consideração o avanço da vacinação contra a covid-19. Com uma população de mais de três milhões de habitantes (3.168.027), cerca de 91% (2.885.414) das pessoas se vacinaram com pelo menos uma dose ou a dose única de um dos imunizantes no Rio Grande, 79% das pessoas (2.506.138) estão totalmente imunizadas e 35% (1.127.804) recebeu a dose de reforço, de acordo com a plataforma RN+ Vacina.

Até esta quinta (25), o Rio Grande do Norte tinha um total de 475.203 casos conformados e 1.412 casos suspeitos de covid-19, além de 15.003 casos em acompanhamento. O RN registra até agora 8.034 óbitos por covid e 1.549 mortes suspeitas.

 

 

 

 

UFRN

Até o momento, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) mantém o retorno presencial das aulas do período letivo referente a 2022.1, que começa no dia 28 de março e vai até 30 de julho.

Para que o retorno aconteça de forma segura, a Pró-Reitora de Graduação (Prograd) determinou que sejam seguidos os protocolos de biossegurança, como o uso de máscaras e o distanciamento social. Além disso, para ter às dependências físicas da Universidade, será exigido o comprovante de vacinação. No caso de estudantes, funcionários e professores, o comprovante pode ser anexado através do sistema eletrônico SigaA.

 
 
ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br