Governo tira da educação pública para dar a militares e instituições privadas

Publicado em 07 de março de 2022 às 10h06min

Tag(s): Governo



Governo tira da educação pública para dar a militares e instituições privadas

Dando sequência ao processo iniciado no governo de Michel Temer, o presidente Jair Bolsonaro tem implementado um projeto de destruição da educação pública no Brasil.
 
Entre 2014 e 2021, houve redução de 28,5% dos investimentos em Educação: de R$ 130 bilhões, em 2014, para pouco mais de R$ 90 bilhões em 2020. Somente em 2021 foram cortados mais de R$ 20 bilhões no setor.
 
Cerca de metade dos cortes se deram no ensino superior público, fazendo com que as universidades federais mal conseguissem pagar suas contas. As despesas correntes das universidades caíram 38,9% e os investimentos nessas instituições diminuíram 96,4% em oito anos.
 
Quem se apropria do dinheiro da Educação são as empresas de ensino privado, cada vez mais beneficiadas por “parcerias”.
 
Sabe mais quem se beneficia disso? Os militares!
 
Entre 2014 e 2021, o MEC perdeu R$ 37,7 bilhões em receita, enquanto, no mesmo período, a Defesa teve aumento de R$ 37, 6 bilhões.
 
É uma completa inversão de prioridades. É a cara do Brasil em 2022.
 
Fonte: APUB
ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br