Andifes participa da 3ª Conferência Mundial de Ensino Superior 2022

Publicado em 17 de maio de 2022 às 09h12min

Tag(s): Andifes Educação Orçamento



A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior participa essa semana, de 18 a 20 de maio, da Terceira Conferência Mundial de Educação Superior, em Barcelona. Representada pelo vice-presidente, Ricardo Marcelo Fonseca (UFPR), a Andifes irá apresentar propostas das instituições de ensino superior públicas e comunitárias brasileiras, com considerações sobre a temática da conferência e especial atenção aos desafios enfrentados pela educação pública brasileira. O documento foi escrito de forma conjunta entre a Andifes, a Abruc (Associação Brasileira de Universidades Comunitárias), a Abruem (Associação Brasileira de Universidades Estaduais e Municipais) e o Conif (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica).

Leia a versão em Português e a versão em Inglês do documento.

De acordo com o representante da Andifes, a conferência tem imensa importância para os rumos da educação superior no mundo. “Esse evento é um farol para a construção de políticas públicas relacionadas ao ensino superior e a Andifes não poderia ficar fora desse debate. Recebemos o convite e estamos cumprindo nosso papel, participando ativamente desses debates, esperando que os resultados dessa conferência estejam com consonância com as nossas propostas por meio desse documento conjunto em defesa de uma educação de qualidade e inclusiva”, declara.

Reunindo entidades de todo o mundo que atuam pela qualidade e o fomento dos sistemas e instituições de ensino superior, sobretudo considerando os desafios que a humanidade e o planeta enfrentam, com particular atenção aos efeitos impostos pela pandemia, o evento visa definir um roteiro para que o ensino superior seja mais diversificado, inovador, inclusivo, garantindo ainda mais qualidade com base nos requisitos de desenvolvimento.

Ao mesmo tempo em que se propõe às universidades um projeto eficiente de formação multiprofissional, em todos os níveis, como demandas de futuros, com um ensino focado nos desafios reais da sociedade e uma pesquisa em conformidade com o desenvolvimento nacional, além de uma governança transparente e participativa, compete ao Estado a releitura crítica de suas próprias ações. Há que se revisar, com urgência, as reduções orçamentárias estabelecidas, cuja consequência é o desmonte das universidades como parte de uma política de redução do papel do Estado”, afirma trecho do documento.

Com o tema “Reinventando o Ensino Superior para um Futuro Sustentável”, a organização da conferência pretende contribuir para a melhoria das organizações e sistemas de ensino superior com foco nos direitos humanos, buscando cumprir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) estabelecidos na Agenda 2030 e com a firme aspiração de “não deixar ninguém para trás”.

Os dez principais temas da Conferência são: o impacto da pandemia no ensino superior; ensino superior e os ODS; inclusão, qualidade e relevância dos programas; mobilidade acadêmica; governança, financiamento, produção de dados e conhecimento; cooperação internacional; e futuro do ensino superior.

Fonte: Andifes

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br