UFRN e Iphan discutem restauro da antiga Faculdade de Direito

Publicado em 15 de junho de 2022 às 11h48min

Tag(s): UFRN



O reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), José Daniel Diniz Melo, recebeu a visita do diretor do Departamento de Cooperação e Fomento (Decof) do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Tassos Lycurgo, e da superintendente do órgão no RN, Ilana de Castro Lima Chagas, na manhã desta terça-feira, 14 de junho. O encontro teve como pauta o restauro do prédio do Grupo Escolar Augusto Severo, antiga Faculdade de Direito, que fica localizado no bairro da Ribeira em Natal-RN.

Reforçando a importância histórica do prédio, o reitor Daniel Diniz contou sobre os esforços da Universidade na busca de apoio financeiro para a reforma do prédio. Como consequência desse trabalho, em maio, o Ministério da Educação (MEC) confirmou a liberação de recurso da pasta, da ordem de R$ 5 milhões. O gestor explicou ainda que o próximo passo para que ocorra o restauro é a licitação da obra, que vem sendo planejada pela Superintendência de Infraestrutura (Infra/UFRN). 

O diretor do Iphan, Tassos Lycurgo, também falou sobre a relevância da edificação para a história do estado. Já a superintendente do Iphan/RN, Ilana de Castro Lima Chagas, colocou o órgão à disposição para colaborar na finalização dos trâmites necessários. 

Histórico

O prédio do Grupo Escolar Augusto Severo é, desde 2010, tombado pelo Iphan e está inserido no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas. Dessa forma, a UFRN desenvolveu projetos para o restauro e os recursos recebidos foram destinados à elaboração de outra parte dos projetos, os quais já foram concluídos e aprovados pelo Iphan. Enquanto aguardava a disponibilidade orçamentária, a UFRN manteve o serviço de vigilância no local, para preservar o patrimônio, e realizou reuniões com órgãos no intuito de agilizar a obra de restauração.

Fonte: Portal da UFRN

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br