Diretor do ADURN-Sindicato vai compor equipe de transição de governo

Publicado em 22 de novembro de 2022 às 11h04min

Tag(s): Direitos Humanos Governo Lula



Com um longo histórico de atuação na luta  antimanicomial, o diretor do ADURN-Sindicato, Alex Reinecke de Alverga, terá a oportunidade de contribuir diretamente para a reconstrução da pauta no Brasil. À convite da deputada federal Maria do Rosário (PT/RS), o docente vai compor a equipe técnica de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), para cuidar do tema de Direitos Humanos e Saúde Mental.

Desde o golpe sofrido pela ex-presidenta Dilma Rousseff (PT), a política nacional de saúde mental passou por constantes ataques que colocaram em risco conquistas reconhecidas no cenário internacional pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O objetivo da equipe técnica é elaborar um relatório sobre como está a situação da pauta atualmente, para subsidiar as decisões políticas do governo de transição.

“Vai ser uma tarefa árdua diagnosticar e propor a reconstrução desta pauta a partir dos escombros dos últimos seis anos. Vamos à luta!”, afirmou Alex Reinecke.

Essa não é a primeira vez que Alex compõe uma equipe do Governo Federal. Docente do curso de Psicologia da Faculdade de Ciências da Saúde do Trairi (Facisa/UFRN), o diretor do ADURN-Sindicato atuou na Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, na área de Direitos Humanos e Saúde Mental, Prevenção e Combate à Tortura, de 2012 a 2014. Anteriormente, de 2005 a 2006, Alex Reinecke foi coordenador da política de Saúde Mental de Natal. 

Atualmente, além de assumir a pasta de Assuntos dos Campi do ADURN/Sindicato, o professor é membro do Grupo de Trabalho (GT) de Direitos Humanos do PROIFES-Federação, do Conselho Consultivo do Centro de Referência em Direitos Humanos Marcos Dionísio da UFRN e representa a UFRN no Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura-CNPCT e no Comitê Estadual de Prevenção e Combate à Tortura-CEPCT/RN.

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br