Mudanças na América Latina influenciam artistas contemporâneos

Publicado em 23 de maio de 2011 às 09h18min

Tag(s): América Latina



As transformações sociais que envolvem a América Latina são o foco da nova exposição organizada pelo Banco Mundial, que reúne artistas emergentes que usam suas obras para mostrar a realidade social de seus países. Assim declarou na quinta-feira (19) Marina Galvani, curadora da mostra About Change (“sobre mudanças”).
"São artistas muito generosos porque dedicam sua arte a explicar os problemas de seus lugares de origem. Materializam em seu trabalho os sonhos, as aspirações e a esperança de sua gente", explica Marina, que trabalhou durante anos para selecionar obras de 240 jovens artistas da América Latina e do Caribe.
A exposição, que pode ser vista em diversos edifícios do Banco Mundial, inclusive em sua sede em Washington, será dividida em três períodos, com conclusão prevista para junho de 2012. A primeira parte da mostra, que durará até 31 de julho, exibe as obras de artistas brasileiros, argentinos, caribenhos e uruguaios.
Entre os meses de setembro e dezembro será a vez de Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Honduras, Nicarágua e Panamá. A última parte da exposição acontece em 2012 com artistas da Bolívia, Chile, Haiti, México, Paraguai, Peru e Venezuela.
Segundo Marina Galvani, “o sentido social das obras desses artistas faz desta exposição um diálogo com a América Latina e o Caribe — duas regiões que estão experimentando mudanças muito importantes.”
Portal Vermelho, com informações da Efe
 

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br