Letras e Espanhol

Letras e Espanhol

Entrevista em 24 de maio de 2010

Izabel Souza do Nascimento possui graduação em Letras, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1994; mestrado em 2001 e doutorado em 2004, ambos na Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em Lexcologia, área da lingüística que trabalha o vocabulário dos idiomas. Em sua tese, trabalhou o neologismo das nomeações no Brasil: O porque das pessoas escolherem nomes inglês para produtos, idéias, lugares em Recife? A partir disso, abordou a cultura, já que os nomes em Inglês são excludentes para parte da população.
Atualmente, Izabel do Nascimento é vice-coordenadora do curso de Letras e trabalha o espanhol nas disciplinas: metodologia do ensino da língua estrangeira, teoria cognitiva e produção de texto, e expressão oral e escrita. A professora explica, que durante as aulas, trabalha com textos reais com o objetivo de formar um leitor funcional. “Os textos não são preparados, são textos em espanhol extraídos de jornais e revistas, e levados para sala de aula. A diferença está na forma que o idioma é abordado. Primeiro, é trabalhado o sentido e a informação do texto; segundo a gramática, que vem como conseqüência da aprendizagem”.
Ela disse ainda, que além do idioma, o aluno aprende a ser um leitor interpretativo e crítico. “O estudante tem a oportunidade de emergir na cultura do país, pois está em contato com informações atuais, que são transmitidas para a população local”.
A professora coordena também um projeto de ensino, a pesquisa e a extensão, que ministra aulas de espanhol para os alunos da escola Varela Barca, na zona norte de Natal. Izabel disse, que o projeto trabalha com a perspectiva da cognição em as aulas totalmente em espanhol, para 34 alunos do 2º e 3º ano.
O curso é gratuito e é ministrado por quatro alunos da graduação do curso de Letras Espanhol, nos horários da manhã e tarde. As aulas acontecem uma vez por semana, com duração de 2h30. “O objetivo é publicar um livro em abril do ano que vem, com a experiência e os resultados do projeto. A expectativa é que a UFRN renove este projeto, para que mais alunos possam ser beneficiados”.
Como vice-coordenadora do curso de graduação em letras, a professora realiza projetos para movimentar o departamento de letras. Dentre os eventos realizados, Izabel do Nascimento enfatiza o Congresso Internacional, ‘GRIOTS’, realizado com o objetivo de articular a comunidade de estudantes africanos na UFRN. “Os Griots são pessoas que desde nascem são criadas para cantar as notícias na integra. A palavra ‘Griots’ não tem uma tradução especifica, o mais perto dos Griots são os repentistas”.
O congresso Internacional Griots, contou com palestrantes do Canadá e Alemanha, teve 500 pessoas inscritas e 300 trabalhos apresentados. Além deste, a vice-coordenadora realizou o ‘Concurso Flor de Cacto de Poesia e Contos’, o ‘Curso de Cultura Cigana’, e a partir deste mês o curso ‘Me Explica, Me Ensina’, que abordará conceitos teóricos da lingüística para alunos iniciantes, no horário da noite.
 


Mais entrevistas
ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br