Política Educacional

Política Educacional

Entrevista em 13 de dezembro de 2010

Bacharel e licenciado em Ciências Biológicas (1973) e graduado também em Pedagogia com Habilitação Escolar (1978) pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Antônio Cabral Neto cursou seu mestrado em Educação na Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ (1980), na área de Tecnologia Educacional com um estudo avaliativo sobre a reforma do ensino de Ciências em Natal. Durante seu doutorado em Educação na Universidade de São Paulo – USP (1995), seguindo a linha de Administração Educacional, Antônio Cabral desenvolveu um trabalho sobre a política educacional do Nordeste Brasileiro, o qual resultou, em 1997, na publicação do livro “Política Educacional do Nordeste – Discursos, embates e práticas”.
Financiado pela CAPES- Brasil e FCT-Portugal, o professor e pesquisador realizou na Universidade de Coimbra (2008/2009) um Estudo de Intercâmbio intitulado ‘Ensino, confronto e perspectiva no Brasil e em Portugal’, o qual também resultou na publicação do livro “o Ensino Superior no Brasil - Perspectivas Políticas e Pedagógicas”, lançado no último dia 09 de dezembro. Logo após a graduação, ainda em 1978, Antônio Cabral passou a fazer parte do Departamento de Educação da UFRN, inicialmente para ministrar as disciplinas ‘Práticas de Ensino de Biologia’ e ‘Didática’. Após aposentar-se em 2008 e voltar para a UFRN como Professor Visitante no ano seguinte, o professor assumiu a disciplina ‘Política Educacional’ na Pós-Graduação do mesmo departamento.
Na UFRN, assumiu também a Pró-Reitoria de Graduação, entre 2003 e 2007, e foi representante do Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA, no CONSEPE durante muito tempo. No âmbito da pesquisa, Antônio Cabral já orientou mais de 40 estudantes de graduação e pós-graduação, e participou, dentre tantas outras ações, de estudo comparativo do Ensino Superior no Rio Grande do Norte, Maranhão e Pará, através do qual, segundo o professor, “dados interessantes como o crescimento exagerado do uso de educação à distância para a graduação e a expansão do ensino superior majoritariamente na iniciativa privada e em faculdades isoladas, foram revelados”. Ainda na pesquisa, coordenou pelo Brasil um Intercâmbio entre a UFRN e Coimbra, com foco em produzir pesquisas, publicações e promover doutorados sanduíches e pós-doutorados; o projeto em Portugal foi coordenado pelo professor João Boa Vida.
Através de uma parceria da UFRN com o MEC, Antônio Cabral participou ativamente de um projeto de extensão interdisciplinar voltado para a melhoria da Educação Básica. O projeto que envolveu os departamentos de Educação, Engenharia Civil e Arquitetura da Universidade, de acordo com o professor, possuiu no mínimo quatro eixos: diagnóstico completo da estrutura física e condições pedagógicas das escolas públicas de Educação Básica do Estado; formação para professor das escolas rurais na metodologia da Escola Ativa; qualificação de todos os secretários municipais de educação dos municípios, na metodologia de Planejamento Estratégico; bem como a qualificação das equipes das escolas em planejamento e desenvolvimento dessas.
 


Mais entrevistas
ADURN Sindicato
84 99112-8841 • secretaria@adurn.org.br