Uma vida dedicada ao ensino

Uma vida dedicada ao ensino

Entrevista em 04 de outubro de 2011

O professor Geraldo de Margela Fernandes teve sua vida inteira dedicada à educação. Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), em 1972, Geraldo cursou mestrado na Universidade Federal do Ceará (UFC), em 1982, tendo como foco de sua produção a sociologia do desenvolvimento.

Quase quinze anos mais tarde, em 1996, o professor cursou doutorado em Ciências Sociais, também pela UFRN. Desde 1997 como professor da Universidade, Geraldo de Margela já lecionou diversas disciplinas em variados cursos da UFRN. Segundo ele, as matérias mais recentes que ensinou são \"Sociologia e Antropologia\", para a turma de Direito; \"Introdução às Ciências Sociais\", para o curso de Economia e \"Sociologia das Organizações\", para Administração.

Nesses 34 anos como docente da UFRN, Geraldo Margela não ficou restrito apenas às salas de aula. Foi, durante 10 anos, chefe do Departamento de Ciências Sociais e atuou, por 4 anos, como diretor do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA). Ainda participou do Conselho Superior de Ensino e Pesquisa (Consepe) e do Conselho de Administração (Consad).

Antes de dedicar sua vida à Universidade, o docente já havia passado por uma experiência nas salas de aula. Durante quatro anos da vida, ele foi professor do ensino supletivo do Estado.

O currículo mostra que a vida de Geraldo foi toda dedicada ao ensino. Mais do que isso, o professor não pretende parar de dar aula tão cedo. Com 63 anos de idade e mais de 30 dedicados à educação, ele já possui o direito de se aposentar há seis anos, mas prefere não utilizar e segue lecionando pela UFRN.

O professor ainda publicou alguns livros e diversos artigos - principalmente na área de política - neste período acadêmico. A sua tese de mestrado, por exemplo, tornou-se livro: \"O sal: uma economia em questão\", que trata da modernização da indústria salineira no RN, levando em conta a questão do desenvolvimento.

Esse não foi o único livro do professor voltado para o Estado. Logo depois, ele escreveu um livro sobre o semi-árido potiguar, \"A Seca no RN: 1902 à 1958\", que descreve o sertão no Estado até o advento da SUDENE. Geraldo ainda está desenvolvendo um projeto para a publicação de um livro - num futuro próximo - que trata de política e economia no RN voltado para alunos do ensino médio.


Mais entrevistas
ADURN Sindicato
84 99112-8841 • secretaria@adurn.org.br