23º Seminário das Ciências Sociais Aplicadas debate Desenvolvimento e Democracia no Brasil

Publicado em 08 de maio de 2018 às 09h03min

Tag(s): UFRN



Estudantes, professores e pesquisadores das Ciências Sociais Aplicadas de diversas instituições de ensino do país se reúnem, de 14 a 18 de maio, no Campus Central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), para debater temas relacionados com a realidade atual do Brasil durante a 23ª edição do Seminário de Pesquisa do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA), cujo tema é: Desenvolvimento e Democracia no Brasil: do que estamos falando?

A abertura acontece no dia 14 de maio, às 19h, no Auditório da Reitoria da UFRN, com a conferência Pós-democracia: causas e aprofundamento, proferida por Roberto Rebello Casara, juiz de direito do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, fundador do Movimento da Magistratura Fluminense pela Democracia (MMFD), mestre em Ciências Penais pela Universidade Cândido Mendes e doutorado em Direito pela Universidade Estácio de Sá.

Para a professora Maria Arlete Araújo, diretora do CCSA, a escolha do tema central pelos professores do Centro reflete a situação atual da sociedade brasileira. “Nesta conjuntura de crises política e econômica, achamos que essa é uma discussão importante para refletir o momento em que estamos vivendo”, explica.,

Desde a sua primeira edição, em dezembro de 1991, o Seminário vem crescendo em quantidade e qualidade. Só o número de artigos aumentou em mais de 1000%. Se no início o evento contou com 34 publicações, atualmente são mais de 300 trabalhos apresentados em 54 grupos temáticos nas áreas de Administração, Biblioteconomia, Ciências Contábeis, Direito, Economia, Serviço Social e Turismo.

Além das apresentações de trabalhos, a programação do seminário contempla 13 conferências, 22 oficinas, 60 minicursos e 54 mesas-redondas. Os benefícios do evento, também, foram destacados pela professora Arlete. “O Seminário é de uma riqueza enorme e amplia as alternativas de formação dos participantes, além de estabelecer interlocução de saberes e, ainda, discutir os temas e desafios das Ciências Sociais Aplicadas”, avalia.

As inscrições devem ser feitas no site do evento, preenchendo o formulário eletrônico e efetuando o pagamento da taxa de inscrição (R$20 para estudantes e R$40 para professores, pesquisadores, técnicos e demais interessados). Após o pagamento e envio do comprovante no sistema, o inscrito deve acessar a área pessoal da página e escolher entre as opções de atividades disponíveis.

Durante a 23ª edição do Seminário de Pesquisa do CCSA, também será realizada a VII Mostra de Extensão, com diálogos sobre inserção curricular, avaliação e planejamento da extensão nos cursos do Centro. A Mostra ainda conta com exposições de fotografias e quebra-cabeças produzidos por estudantes e professores do CCSA e lançamento de livros em diversas áreas das ciências sociais aplicadas na 5ª edição da Roda de Conversa com Autores.

Integrados
Para se ter uma noção da amplitude do Seminário do CCSA, além de toda a programação própria, o evento, também, sediará outros encontros relacionados às Sociais Aplicadas, promovidos pelos programas de pós-graduação e departamentos do Centro.

Nos dias 16 e 17 de maio, acontece o IV Colóquio sobre Gestão Pública, com o tema Construindo Capacidades de Gestão na Administração Pública. Já entre os dias 15 e 18, será realizado o VIII Colóquio de Pesquisa em Ciência da Informação, com foco no Protagonismo Social da Informação.

Este ano também marca, nos dias 14 e 15 de maio, a primeira edição do Colóquio Feminismo Materialista e Marxismo, promovido pelos grupo de estudos e pesquisas em Trabalho, Ética e Direitos (GEPTED) e da Questão Sócio-ambiental e Rural, Movimentos Sociais e Serviço Social (QTEMOSS), ambos ligados ao Departamento de Serviço Social.

Nos dias 17 e 18, acontece o Colóquio Internacional: agricultura camponesa, segurança alimentar e nutricional e resistências: interlocuções Brasil, Argentina, Colômbia, sob coordenação do professor Washington José de Sousa, do programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da UFRN.

Já a base de pesquisa Direitos Sociais e Contemporaneidade, com apoio do Departamento de Direito Privado, realiza no dia 18 de maio, a 16ª edição do Seminário de Seguridade Social e Trabalho: trabalho decente e democracia.

No dia 17 de maio, o presidente do ADURN-Sindicato e chefe do Departamento de Economia da UFRN, Wellington Duarte, media a mesa "A Economia do Rio Grande do Norte: Cenários e Desafios". O debate, que acontecerá às 19h, na sala B1 do Setor de Aulas V, contará com a participação do secretário de tributação do Estado, André Horta, e do professor do Departamento de Economia da UFRN, Marconi Gomes da Silva.

Podem participar do evento quaisquer pessoas interessadas nos assuntos em debate. A programação pode ser conferida na página do Seminário do CCSA. Outras informações podem ser consultadas na secretaria do evento, que funciona no térreo do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Ciências Sociais Aplicadas (Nepsa 2), ou pelo telefone 3342-2288 (Ramal 352).

 

Fonte: Agência de Comunicação da UFRN – AGECOM

ADURN Sindicato
84 3211 9236 • secretaria@adurn.org.br